domingo, 26 de agosto de 2012

TEIXEIRA (apelido)

* Para todos aqueles que, como eu, possuem este apelido, segue uma pouco da origem do nome; que não tendo sido uma busca complexa, foi, em toda a simplicidade a mais completa; esperando por isso
 
que gostem.  Ficheiro:Brasão-Teixeira.svg
                            (A imagem representa o brazão de armas da família TEIXEIRA)
 
* TEIXEIRA (apelido) é um nome de família da onomástica da língua portuguesa e galega, tendo origens toponímicas.
* Seguindo o pensamento de alguns genealogisitas poderá derivar da palavra "teixo" - nome este de uma árvore gimnospérmica da família das Taxaceae. No entanto as suas origens como nome de família encontram-se na localidade Teixeira.
* Começou a ser usado como apelido de família durante o século XII pelo Senhor de Teixeira e Gestaçô, Dom HERMÍGIO MENDES DE TEIXEIRA, personagem da história portuguesa contemporânea do rei Dom Sancho I (aquelas duas localidades situam-se no concelho de Baião, distrito do Porto, por ora).
* Dom Hermígio foi casado com Dona Maria Pais, filha de Dom Paio de Novais. Deste casamento houve descendência que continuou o apelido até à atualidade. No século XVIII foi criado pelo rei de Portugal, Dom João VI - pai de Dom Pedro I do Brasil - por meio de uma carta régia de 16 de março de 1818, o título de BARÕES DE TEIXEIRA, a favor do grande comerciante e capitalista português HENRIQUE TEIXEIRA DE SAMPAIO, 1º. Senhor de Sampaio, 1º. Conde da Póvoa, e, então Primeiro Barão de Teixeira.
* No Brasil, os Teixeira(s) chegaram ao final do século XVIII, inicialmente como Góis e Mello, para então depois se tornar apelido único de família. Primeiramente na cidade de Recife, no Pernanambuco, depois no interior do Ceará - inicialmente em Mombaça, cidade do sertão central. Na região foi de relevante importância económica e política, gerando numerosa descendência. As suas gerações vieram a ter continuidade através da família Castelo e Benevides.
* O brasão de armas dos Teixeiras - representado no início do texto - é de azul com uma cruz de ouro potenteia e vazia.

Write in Gondomar (Oporto), by
texasselvagem, 2012.08.26
 

Sem comentários: